Refrigeração

Ozônio em Produtos Agrícolas – Refrigeração

O ozônio gás é aplicado “in loco” contra fungos e bactérias em ambientes de armazenamento a frio com a vantagem de poder controlá-los tanto no ar como nas superfícies. No armazenamento de frutas e legumes o ozônio oxida e destrói ainda o gás etileno liberado pelos frutos e legumes no processo de amadurecimento. A reação do etileno com o ozônio produz gas carbônico e água. (Reação com o etileno):

H2C = CH2 + O3 → CO2 + H2O

O ozônio pode, portanto, ter a dupla função de reduzir o amadurecimento e manter as condições fitossanitárias durante armazenamento.

Estas características do Ozônio aumentam o tempo de armazenamento em cerca de 5 a 10 dias e, outra vantagem, o ozônio controla o odor mantendo o ambiente com cheiro fresco e limpo. Em processos de conservação de frutas e hortaliças em prateleiras de supermercados, o ozônio pode ainda ser dissolvido no sistema de nebulização e umidificação para manter a boa aparência dos produtos agrícolas por mais tempo livres de fungos apodrecedores, bactérias e odores desagradáveis.

Controle Fitossanitário

Dosagem de apenas 0,3 ppm inibem o crescimento micelial e esporulação em pêssegos inoculados com Monilinia frutícola, Botrytis cinerea, Mucor piriformis, ou Penicillium expansum em condições de armazenamento por 4 semanas, a 5 ° C e umidade de 90%.

Trabalhos de pesquisa publicados em todo o mundo confirmam, por exemplo: (1) o desenvolvimento de Mofo Cinzento em uvas Thompson sem semente é completamente inibido com doses abaixo de 0,3 ppm de ozônio com os frutos armazenados durante 7 semanas, a 5 ° C.; (2) o número de unidades formadoras de colônia (UFC) de fungos, leveduras e bactérias naturalmente presentes nas bagas da uva é consideravelmente reduzido com 20 minutos de exposição ao ozonio de forma a diminuir o apodrecimento e aumentar o tempo de vida de prateleira e (3) misturas de produtos hortícolas não experimentaram deterioração e indicaram 99,9% de redução microbiana acima dos níveis pré-ozônio. A adoção de ozônio dentro de instalações de armazenamento a frio proporciona aumento na meia vida dos produtos e redução de uso de SO2.

Produtos agrícolas onde se usa normalmente ozônio: Uvas de mesa, Frutas cítricas, pêssegos, Legumes, Pepinos, Cebola, pimentão, Batatas, Kiwis, Tomate, melancia, Abobrinha , etc…