Gripe e Resfriado

O resfriado é uma doença do tracto respiratório superior geralmente causada por um vírus, mais frequentemente um rhinovirus ou coronavirus, embora também possa ter origem bacteriana.

O tratamento é sintomático no de origem viral, enquanto o resfriado de origem bacteriana tem tratamento com antibióticos. Esta patologia é transmitida pelo contato com pessoas infectadas. O Vírus pode infectar organismos vivos porque são parasitas obrigatórios do interior celular. Tipicamente os virus carregam uma pequena quantidade de ácido nucléico (DNA ou RNA) cercada por alguma estrutura protetora consistente de proteína a cápsula protéica. Das 1.739.600 espécies de seres vivos existentes e catalogados, os vírus representam 3.600 espécies. A palavra vírus vem do Latim virus que significa fluído venenoso ou toxina. Quando não estão se reproduzindo, os vírus não manifestam nenhuma atividade vital, não crescem, não degradam nem fabricam substâncias e não reagem a estímulos. No entanto a sua capacidade reprodutiva é assombrosa: um único vírus é capaz de produzir, em poucas horas, milhões de novos indivíduos.

Gripe

A gripe é uma doença infecciosa aguda causada pelo vírus Influenza descoberto em 1933. Existem os tipos a, b e c. A história primitiva da gripe remonta ao tempo de Hipócrates, no século V a.C.e nos últimos quatrocentos anos, foram descritas, em vários países. No passado acreditava-se que estes episódios, que dizimavam as populações, eram devidos à influência dos astros e, daí, a adopção do nome Influenza. Como doença, é altamente contagiosa, as epidemias atingem proporções mundiais.

Pensa-se ter existido trinta e duas pandemias (32), três das quais no século XX: a primeira em 1918 (gripe espanhola) causou de vinte a quarenta milhões de mortes, com maior incidência na faixa etária entre os 20 e 40 anos; a segunda em 1957 (gripe asiática); e a terceira em 1968 (gripe de Hong Kong).

Nas duas primeiras epidemias morreram mais de 1,5 milhões de pessoas e os custos económicos directos, a nível mundial, foram superiores a 32 bilhões de dólares. Quando a temperatura é baixa e na ausência de radiação ultravioleta o vírus sobrevive o tempo suficiente para poder ser transmitido de um pessoa infectada para uma pessoa saudável. Um factor facilitador da transmissão do vírus é o agrupamento de pessoas em recintos fechados (escolas, lares, meios colectivos de transporte, discoteca).

A gripe apresenta uma elevada taxa de transmissão. Transmite-se por partículas da saliva de uma pessoa infectada, expelidas sobretudo através da respiração, da fala, da tosse e dos espirros. No adulto, a gripe manifesta-se por início abrupto de mal-estar, febre elevada (38-39°C), arrepios, dores musculares dos membros superiores e/ou dorsais ou lombares, artralgias, ardor faríngeo, tosse seca, rinorréia, e cefaleias. Pode também ocorrer conjuntivite, prostação e anorexia.

No adulto, a gripe manifesta-se por início abrupto de mal-estar, febre elevada (38-39°C), arrepios, dores musculares dos membros superiores e/ou dorsais ou lombares, artralgias, ardor faríngeo, tosse seca, rinorréia, e cefaleias. Pode também ocorrer conjuntivite, prostação e anorexia.

Nas crianças a prostração é encontrada em 50% dos casos com idade inferior a 4 anos e só 10% no grupo etário dos 5 aos 14 anos. Pode predominar a tosse seca, obstrução laríngea e rigidez da nuca. Náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal são frequentes e ocorrem em mais de 40% dos casos. A otite pode ser uma complicação frequente no grupo etário dos 1 aos 3 anos. Pode haver conjuntivite, obstrução nasal e amígdalas congestionadas.