Ar e Poluição

Qualidade e Composição do Ar | Purificador de Ar

Visto do espaço a Terra aparece como uma esfera azul brilhante cor esta produzida pela dispersão da luz solar sobre a atmosfera. Nossa atmosfera é formada por gases e partículas em suspensão. Seus componentes são:

(*)Outros: Gases Raros (argônio, neônio, hélio, kriptônio, hidrogênio e xenônio), vapor de água, dióxido de carbono (CO2), metano (CH4), monóxido de carbono (CO), ozônio (O3), amônia (NH4), óxido de nitrogênio (NO), gás sulfídrico (H2S), cinzas, sal, poeira, areia, pólen, mofos, esporos, bactérias, algas e insetos… ( Alguns destes componentes podem causar doenças e alergias).

Poluição

Considera-se poluição qualquer alteração na composição natural que desequilibre o ambiente. A poluição ambiental pode não ser fácil de detectar, mas é comprovadamente responsável por:

O ar é importante pelo oxigênio usado na queima de calorias que mantém a temperatura do corpo, fornecendo energia. A cada dia respiramos 23 000 vezes e inalamos 15 m3 de ar e é por isso que a poluição atmosférica pode se transformar num problema real de saúde.

Poluentes do Ar

Os poluentes do ar podem ser classificados em particulados, que podem ser facilmente retirados por filtros comuns. Bioaerosóis e Gases são mais difíceis de ser controlados:

Agentes de Poluição

Microorganismos

Os principais microorganismos que nos causam problemas são as bactérias, os fungos e os vírus.

Bactérias formam um grande grupo de organismos unicelulares ou multicelulares. Esta célula tem núcleo e se multiplica rapidamente (uma geração a cada 20 minutos), teno algumas espécies capacidade de construir biofilme e acumular-se sobre superfícies. Algumas bactérias produzem esporos, estruturas capazes de sobreviver a condições extremas de pressão e temperatura.

Fungos têm também imensa variedade e estão em toda a parte. Alguns são saprófitos e outros parasitas. Também produzem esporos e alguns são formados de finos filamentos que se espalham sobre o substrato onde se desenvolvem. Levedos são fungos unicelulares alguns usados como fermentos e outros podem ser patogênicos.

Vírus são um grupo de organismos extremamente simples e de reduzido tamanho. São obrigatoriamente parasitas e se multiplicam em células vivas. São causa de doenças em humanos e animais, plantas.

Microorganismos como bactérias, vírus e principalmente mofos e fungos, têm grande importância na causa de doenças e alergias. A Aspergilose e Histopasmose, a Alveolite Alérgica, a Renite e a Pneumotite são exemplos de doenças causadas por microorganismos. Fungos como o Cryptococcos e o Blastomycose causam infecções características e a asma pode ser agravada ou induzida por exposição a fungos. A renite alérgica ocorre em indivíduos expostos regularmente a agentes fúngicos e outros alergênicos como pólen, ácaros e resíduos de animais e insetos.

  • – Alguns fungos podem ser fatais para quem sofre de imunodeficiência crônica ou feridas abertas
  • – De 15 a 30% dos casos estão relacionados a contaminações de prédios são por fungos e bactérias
  • – Alguns fungos produzem compostos orgânicos voláteis e odores causando reações alérgicas, fadiga e dor de cabeça
  • – Em países úmidos como a Finlândia se constatou que 50% das casas tem problema de umidade e desenvolvimento de fungos
  • – Os esporos de fungos aparecem de forma sazonal normalmente nos meses mais secos ou no verão e seus níveis de ocorrência estão entre 100 to 1000 unidades formadoras de colônias por metro cúbico (ufc/m3). Prédios com problemas de ventilação e manutenção podem ter bem mais esporos

Fungos alergênicos ou patogênicos e crescimento/desenvolvimento:

Alimento para microorganismos: madeira, cabelo, restos de pelos e unhas, secreções do corpo, gordura, restos de alimentos, farinha, óleo, tecidos, cortinas, tapetes e outros.

Doenças transmitidas pelo ar

Microrganismos causadores de doenças

A NaturalAr produz equipamentos para filtração e desinfecção de ar com a tecnologia Ultravioleta (UV) Catalisada que controla de gases, odores, resíduos orgânicos em suspensão e microorganismos.

Causas da Poluição de ar

A medicina está consciente de que diagnósticos de desordens fisiológicas e psicológicas no passado, atribuídas a doenças foram, em grande parte, originadas pela exposição à poluição na infância, adolescência, velhice, períodos de estresse, gravidez e ou ciclos hormonais, onde se observa menor resistência imunológica.

A medicina esta consciente de que diagnósticos de desordens fisiológicas e psicológicas no passado, atribuídas a doenças foram, em grande parte, originadas pela exposição à poluição na infância, adolescência, velhice, períodos de estresse, gravidez e ou ciclos hormonais, onde se observa menor resistência imunológica.

Fonte de Infecção de Resfriados em Adultos

A maioria dos resfriados e viroses é contraída em ambientes fechados sem sistemas de condicionamento adequado, com baixa manutenção e limpeza. Por isso é importante o Tratamento de ar nesse tipo de ambientes.

Poluição do Carbono (CO e CO2) – Tratamento de Ar

Perigosos gases são derivados de combustão: o monóxido de carbono (CO), o dióxido de carbono (CO2). Outros poluentes gasosos são o dióxido de nitrogênio, óxido nitroso, dióxido de enxofre, ácido cianídrico, formaldeído e vários outros hidrocarbonetos (compostos de carbono e hidrogênio). O mais perigoso deles é o monóxido de carbono (CO2) que se forma na queima incompleta de comburentes como a querosene, carvão, madeira, gás ou gasolina por falta de oxigênio.

O monóxido (CO) é incolor, inodoro e difícil de detectar. Quando é respirado, se combina com a hemoglobina formando a carboxihemolobina (COHb), reduzindo o oxigênio no cérebro e podendo levar a óbito. Sua presença crônica pode causar fadiga, dor de cabeça, tontura, náusea e vômito, sintomas parecidos com a gripe comum.

Compostos Voláteis

Bio-aerosóis e Compostos Voláteis Orgânicos (VOC´s), somam mais de 65% da poluição de ambientes internos e são os maiores causadores de alergias, asma, problemas respiratórios e baixa resistência física. A ausência de sintomas alérgicos e boa saúde não significam que a poluição do ar não esteja fazendo suas vítimas lentamente. Sabe-se que a perda de audição esta relacionada à exposição a produtos químicos com metais pesados, sabe-se que certos hidrocarbonetos podem levar a disfunções de olfato e que elevados níveis de ozônio podem levar a câncer e lesões de mucosas.

O ser humano esta aumentando o contato com poluição de ar e a falta de sintomas hoje, não indica menos perigo. A ausência de sintomas alérgicos e boa saúde não significam que a poluição do ar não esteja fazendo suas vítimas lentamente. Sabe-se que a perda de audição esta relacionada à exposição a produtos químicos com metais pesados, sabe-se que certos hidrocarbonetos podem levar a disfunções de olfato e que elevados níveis de ozônio podem levar a câncer e lesões de mucosas. O ser humano esta aumentando o contato com a poluição de ar e a falta de sintomas hoje, não indica menos perigo.

Em áreas de agricultura expostas a agrotóxicos como inseticidas, herbicidas, etc., substâncias como DDT, dioxina e PCB’s, algumas já banidas, podem estar atuando ou ter atuado como hormônios e causado câncer e outras doenças. Poluentes entram na cadeia alimentar via alimentos e são armazenados na gordura funcionando como uma bomba relógio sendo, as mulheres e crianças as mais vulneráveis. Animais e plantas não são poupados dos efeitos da poluição. Chuva ácida, ozônio nas camadas mais baixas da atmosfera e outras toxinas ambientais estão reduzindo a variedades de espécies animais e vegetais em 50.000 ao ano, destruindo o balanço ecológico.

Alergia a Ácaros e Mofos

Poluentes biológicos são encontrados em residências, escolas e ambiente de trabalho. Vêm de fora de casa como ocaso do pólen, podem se originar de humanos como o caso de vírus e bactérias, de animais de estimação que abrigam resíduos de insetos e de superfícies úmidas como o caso de mofos e fungos. A umidade relativa acima de 50% proporciona o desenvolvimento de ácaros e fungos, da mesma forma carpetes úmidos, banheiros e cozinhas sem ventilação permitem o desenvolvimento de fungos e ácaros.

Umidificadores, condicionadores de ar, bandejas de condensação em radiadores de ar condicionado também são propícios para fungos e bactérias. Componentes de aquecimento, ventilação e ar condicionados podem servir de depósito, desenvolvimento microbiano e distribuição pelo ambiente. Estes alergênicos biológicos podem causar infecções sérias, hipersensibilidade e efeitos tóxicos; reações alérgicas em ambientes fechados. Reações alérgicas a ácaros, além de induzir à asma, têm sido particularmente problemáticas e afetam 10% da população.

Fungos como Penicillium e Stachybotrys são conhecidos por soltarem esporos com micotoxinas que, no pulmão, causam sérias reações alérgicas. O Stachybotrys, um fungo negro de madeira úmida, é comum em forros e é causa de hemorragia pulmonar em crianças devido a seus esporos que contém potentes micotoxinas tóxicas.

Poeira Doméstica

Poeira doméstica contém todo o tipo de particulado, desde partículas de alimentos e fumo, pólen, pesticidas, metais pesados carcinogênicos etc.. Poluentes externos são trazidos para dentro por sapatos ou roupa ou em pelo de animais domésticos. A situação de contaminação interna pode ser pior do que a externa.

O EPA (Environmental Protection Agency), órgão de controle de poluição americano, indica que o ar de ambientes internos pode ser de 70 a 100 vezes mais poluído que o ambiente aberto o que explica a asma atingir proporções epidêmicas em todo o mundo e tantos prédios serem classificados como contaminados. Um prédio contaminado causa nas pessoas uma série de sintomas como dores de cabeça, perda de memória, fadiga, tontura, depressão, irritação ocular, irritação de pele, ataques de asma, renite, problemas respiratórios aparentando resfriados, gripes e viroses. Reclamações de dor de cabeça, náusea, tontura, dermatite, tosse, irritação de olhos, garganta ou nariz, reações alérgicas, dores de corpo, fadiga, etc., por parte de funcionários são agravadas por suscetibilidades individuais. Os sintomas desaparecem quando a pessoa sai do prédio.

Alergias em lugares fechados

Relatório da “National Academy of Sciences Institute of Medicine” dos EUA conclui que substâncias alergênicas (geradoras de alergias) ameaçam a saúde e aumentam os custos da medicina pública aconselhando o monitoramento preventivo. – “os alergênicos disparam casos de asma responsáveis por custos anuais de USD$ 6 bilhões”. A maioria das pessoas gasta mais da metade de seu tempo dentro de residências e escritórios sendo que uma em cinco, já experimentaram problemas alérgicos e doenças relacionadas alguma vez na vida. Nos últimos sete anos, o “Science Advisory Board of the U.S. Environmental Protection Agency” (EPA), inclui a poluição de ambientes internos entre os cinco mais importantes riscos à saúde pública. De diversas origens como materiais de construção, mobília, tintas e vernizes, liberam compostos orgânicos voláteis (VOC´s) para o ambiente; carpetes servem de alojamento para poluentes de diversos tipos; inseticidas, colônias de ácaros, bactérias e outros alergênicos são indutores de asma. Os problemas das alergias respiratórias podem ocorrer ou se concentrar em determinadas épocas do ano devido ao clima sendo a limpeza e a filtração do ar, às vezes, a única ajuda.

Nos EUA se recomenda, para ventilação, uma variação de 140 litros de ar por minuto por pessoa dentro de escritórios não fumantes, 400 litros em área de recepção, 600 litros para escritórios de fumantes e 1700 litros para ambientes públicos.

Crianças e Alergias

As crianças brincam, comem e crescem rápido. Ironicamente, este modo de vida as põe em risco pela maior exposição a poluentes: sabe-se que doenças que atingem crianças asmáticas, alérgicas e com bronquite têm toxinas envolvidas como o ozônio, o dióxido de nitrogênio e material particulado em suspensão no ar. Sabe-se também que produtos como os policlorados bisfenois (PCB´s), o mercúrio e o chumbo estão ligados à disfunção do aprendizado ou hiperatividade em crianças. Certas desordens do desenvolvimento infantil devem estar ligadas aos 75.000 produtos químicos usados na sociedade moderna.

A NaturalAr produz equipamentos para filtração e desinfecção de ar com a tecnologia Ultravioleta (UV) Catalisada que controla de gases, odores, resíduos orgânicos em suspensão e microorganismos.